Todos podem inovar

A máxima ainda é válida: uma figura fala mais do que mil palavras…

Inovação

#todospodeminovar

Inspirado nesta foto é que escrevo este artigo de hoje. Foi realmente impactante notar e sentir que sabemos muito pouco e que todo conhecimento que temos é apenas um engodo em relação à nossa autoconfiança.

Perceber que uma criança de 3 anos é tão criativa e inovadora, sem mesmo perceber (e acho que aqui é onde está o segredo), é algo memorável. E quando digo que o segredo é não ter percebido que estava inovando, falo muito sério e com base mitológica ao menos.

Segundo a mitologia grega, os irmãos Epimeteu e Prometeu foram os criadores da vida animal e humana na terra. Primeiro foram criados os animais, cada um com características relevantes para sua sobrevivência, como por exemplo a tartaruga, que recebeu um casco rígido para se proteger de predadores e patas com nadadeiras, para que pudesse se movimentar rápida e agilmente na água. A águia ganhou uma visão muito acurada e poderosa, pois suas presas nem podem imaginar que foram escolhidas como prato principal. A onça ganhou garras afiadas e uma agilidade que muitos atletas gostariam de ter.

Agora a pergunta principal: o que isto têm haver com nós humanos? E mais: o que isso têm haver com criatividade, inovação e o fato de uma criança não ter percebido que inovou? Tudo.

Ao terminar de criar todos os animais, Epimeteu não sabia o que dar para nós humanos e pediu ajuda a seu irmão Prometeu, quem roubou o fogo do deus Hélio e nos deu e ensinou a utilizá-lo. Foi isso o que nós ganhamos e mais nada. Nada de garras poderosas, nada de pernas velozes e nada de casco também.

Por incrível que pareça o “nada” que recebemos é o que realmente fez a diferença sobre o que nos tornamos. Sem nenhuma  característica relevante em nosso corpo e apenas de posse do fogo, tivemos que encontrar formas criativas e inovadoras para sobreviver. O fato de não nascermos com nenhuma vantagem física aparente, face aos animais mais fortes que conhecemos, fez com que desenvolvêssemos nossa inteligência e por conseguinte nossa criatividade e poder de inovação.

Nós humanos, quando pequeninos, somos forçados a utilizar nossa criatividade para sobreviver, pois temos literalmente “nada” e é por isso que mencionei no início que crianças inovam sem mesmo perceber, pois trata-se de um instinto, que ao longo da vida, muitos de nós o enfraquecemos com nosso dia-a-dia agitado e com toda “sabedoria” que achamos ter adquirido.

Há um ditado que diz: A humanidade estaria perdida caso o cavalo tivesse noção da força que tem. Pois bem, será que temos consciência do dom precioso que recebemos? Estamos fazendo bom uso deste dom ou o estamos desperdiçando ao longo de nossas vidas?

Observar as crianças, pode nos dar uma rápida e profunda percepção do que é possível fazermos com nossas habilidades criativas e inovadoras.

#todospodeminovar #tentevocetambem #vocevaisesurpreender

Roberto Coelho Jr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>